Mixte francesa

Ainda em fase de montagem, após pintura, esta bicicleta será um exemplo de como até as mais simples bicicletas francesas, de determinada época, fazem excelentes bicicletas após a alteração de alguns componentes. Comprada quase ás peças, tive de a reconstruir do zero.

8-1

Como de costume, as bicicletas francesas têm o inconveniente de terem algumas particularidades, sendo as mais chatas a rosca da caixa da direcção (que tem um passo diferente da “normal” ou ISO) e as caixas do eixo pedaleiro.

Estas últimas, para além de serem mais grossas do habitual, tornando a distancia entre camas de rolamentos mais pequenas (não muito), têm o seu passo de rosca e para ajudar à festa, a caixa fixa (do lado da pedaleira), tem rosca direita. Por vezes. Porque às vezes tem rosca esquerda, mas com o passo de rosca francesa. Enfim.

 

Contornando estes problemas usando um eixo pedaleiro selado e uma caixa de direcção nova (francesa), tudo o resto foi uma questão de paciência e jeito.

Esta bicicleta deverá ficar montada esta semana.

Aguardem novidades em breve.