Teste ao Ribcap Hardy- não é bem um capacete.

Recentemente, tive a possibilidade de testar o novíssimo Ribcap Hardy, acabadinho de chegar a Portugal.

P1160670

O Ribcap é para usar na cabeça, não num poste de madeira.

 

Para aqueles que não conhecem a conhecem, a Ribcap é uma marca Suiça que se dedica a fabricar “capacetes” (e já vão perceber as aspas). Inicialmente, começaram por ter uma gama com alguns modelos para desportos de inverno. Este ano, acabam de lançar o modelo Hardy, que testamos agora, para os ciclistas. Urbanos e não só. O Hardy é o modelo de Verão da Ribcap.

P1160653

Como já perceberam, a Ribcap não é carne nem é peixe. Ora, não é um capacete rígido, como estamos habituados a ver, nem é um simples boné de algodão.

Consultando o site da Ribcap, podemos ver que dentro de um “capacete” da Ribcap, está um material visco-elástico que nos garante protecção em caso de impacto. No site lemos também que segundo testes efectuados na Universidade de Estrasburgo, o Ribcap tem um efeito positivo ao reduzir o stress biomecânico sobre o crânio,  isto comparando com uma cabeça não protegida.

Dentro dos ciclistas, a questão do uso ou não do capacete, em especial nos ciclistas urbanos, é uma de divisão: uns acham que é essencial, outros nem por isso. A verdade é que os testes que estão previstos na norma que regula os capacetes rígidos é bastante redutora. Normalmente, não nos caiem em cima da cabeça pesos largados a determinada altura (é este o teste da norma- teste este que pretende simular o impacto). Outros, simplesmente, preferem não viver com o medo do que poderá acontecer.

O capacete não é um escudo de invencibilidade. O Ribcap ficará algures entre um capacete e nada (ficando mais perto do capacete claro).

Posto isto, e sabendo de antemão que o nível de protecção oferecido pelo Ribcap não é igual ao de um capacete rígido mas muito melhor do que nada usar, fui testar o Ribcap para ver quais as desvantagens e vantagens.

Pegando no Ribcap, vemos de imediato que é uma peça bem construída e bem pensada. Colocando o Ribcap na cabeça, percebemos rapidamente que é bem mais confortável e leve do que um capacete rígido. Nem parece que estamos a usar um “capacete”, mas sim um normal boné de ciclismo- isto é, se não fosse a fivela de queixo ( que é bastante confortável e de fácil ajuste).

P1160657

P1160654

 

O Ribcap que recebi para testes era  grande para mim, por isso, nas fotos, se parecer um bocado grande para a minha cabeça é porque é mesmo.  O Ribcap está disponível em vários tamanhos, claro.

Até dá para meter a pala para cima!

Até dá para meter a pala para cima!

 

Olhando para dentro do Ribcap, vemos apenas o forro Coolmax (para aqueles dias quentes). O Ribcap tem quatro aberturas para arejamento.

 

P1160671

O modelo Hardy, que testei, parece um boné de ciclista, com pala e tudo! Segundo a marca, é o modelo de verão, o que significa que em Portugal dará para o ano inteiro, a não ser que vivam na Serra da Estrela.

..e se viverem na Serra da Estrela, acho que se conseguem safar com os tapa-orelhas!

..e se viverem na Serra da Estrela, acho que se conseguem safar com os tapa-orelhas!

Ao pedalar com um Ribcap, nem nos apercebemos que estamos minimamente protegidos de tão leve que é. Relativamente ao arejamento, não vou dizer que é a coisa mais fresca do mundo, porque não é. Afinal de contas, não é um boné. Achei-o bem mais fresco do que um daqueles capacetes rígidos “urbanos” e bem mais confortável e leve do que qualquer capacete.

Recomendo o Ribcap para aqueles que querem algum nível de protecção, mas que não conseguem gostar da estética de um capacete.

O Ribcap está disponível em várias lojas em Portugal. Mas informações em info@ribcap.pt , https://www.ribcap.ch/ ou https://www.facebook.com/ribcap.pt.

 

 

 

 

Sem Comentários

Publicar um Comentário