Tio e a Ciclovia da radial de Benfica

Para quem não vive em Lisboa a sério, e tem de ir de bicicleta até Lisboa, encontra algumas dificuldades. Eu vivo em Carnaxide. Tenho duas opções para ir até Lisboa. Algés e Marginal, com todas as suas 8 faixas, mas sem uma ciclovia a sério ( a “ciclovia” que existe foi feita usando a técnica “remendo”), e por isso apanhar com tudo o que é carro nervoso. A segunda opção é apanhar a ciclovia da radial de Benfica, que até se come. O problema é chegar até à rotunda de Pina Manique tranquilamente. A estrada que existe, ligando o parque de campismo de Monsanto até à dita rotunda, está mal iluminada, em mau estado e claro, para ajudar à festa, os carros fazem daquilo pista de corrida.

Felizmente, o Nuro (sim, com “r”), tem mais paciência que eu e fez um belo trabalho no blog dele, As minhas bicicletas.
Aconselho a todos que leiam e comentem, para que, quem sabe, façam melhorias na dita estrada e até se calhar, uma ciclovia! Um homem pode sonhar. Afinal de contas, a câmara de Oeiras inaugurou recentemente uma ciclovia perto da praia de Algés com 800 metros de comprimento. Grão a grão…

Basta clicar aqui 

1Comentário

  • Nuno

    05.10.2015 em 09:49 Responder

    Também vivo em Carnaxide e vou buscar a minha filha (11 meses) todos os dias de manhã a Alvalade de bicicleta. A única forma segura que encontrei para fazê-lo foi a de ir de carro até Monsanto, junto a pina manque e de lá apanhar a ciclovia que vai desde a saída da ponte (sobre a linha do comboio) que liga Benfica a Monsanto. Pelo meio tenho de fazer cerca de 1 Km de “BTT” para chegar à dita ponte. A mobilidade não é encarada como uma forma alternativa de transporte em Lisboa.

Publicar um Comentário