A oficina do Corvo – dicas

Quando desmontamos uma qualquer peça com rosca, convém termos o máximo cuidado com a mesma. Nada pior do que “encavalitar” uma rosca, por exemplo, de um eixo pedaleiro! Para evitar o desastre e, porque um corvo prevenido vale por dois, sigam então estas dicas fáceis.

1- Limpar sempre as roscas, usando uma escova de dentes velha (que também serve para lavar os dentes da bicicleta – pedaleira, carretos e roldanas do desviador traseiro). Para alem de ser a melhor maneira de fazer as coisas, depois de levar um bocado de massa consistente fresca, a peça enroscará muito melhor. Prestar especial atenção a roscas finas de passo reduzido tais como eixos pedaleiros e manivelas de pedaleira (ao usar um saca-manivelas). Outro sítio a termos cuidado é na rosca da ponteira (desviador traseiro).

eixopedaleiro

Um eixo pedaleiro, limpinho! Montar peças limpas é sempre mais fácil.

rosca

Mesmo que não esteja com aspecto de limpa, a rosca está sem detritos. Isto é o mais importante.

2- Enroscar primeiro a peça à mão, no caso de eixos pedaleiros. Devemos ter a certeza que a peça está a entrar direitinha e não encavalitada. Geralmente, se tivermos limpo tudo bem, conseguiremos enroscar à mão 5 ou 6 voltas. Se enroscarmos à mão, temos a certeza de que não estamos a moer a rosca.

3-Usar um bocadinho de massa consistente nas roscas. Evita a corrosão e torna a nossa vida mais fácil no futuro.

 

 

Sem Comentários

Publicar um Comentário