Tudo para correr mal

Continuando a cruzada contra tudo o que é demasiado moderno, hoje viro o meu martelo para as rodas de crabone.
É sabido que rodas leves aumentam a leveza móvel da bicicleta. Mas convém, como aliás em tudo na vida, um equilíbrio.

No caso das rodas Cosmic Carbone Ultimate da Mavic, o equilíbrio foi conseguido: muito dinheiro para a Mavic e rodas perigosamente leves para o ciclista. As rodas com nome de nave espacial custam 2900 euros. O par. Pelo menos os pneus já vêm incluídos no preço.

As rodas Cósmicas de Crabone podem agora rolar em segurança.

Pura magia.

 

Vejamos o que a Mavic tem a dizer sobre as Crabone Cósmicas:

Road & triathlon wheels Cosmic Carbone Ultimate
The Wheel-Tyre System chosen most often by Pro Tour teams. Its full carbon monobloc design perfectly unifies rims, spokes and hubs. Our new proprietary TgMAX technology further enhances braking performance while the new Yksion Pro feather light tubular tyres make it impossible to catch.
Weight : 1185 grams (pair of wheel)

Impressionante! As rodas são mesmo TODAS em Crabone. E são impossíveis de apanhar. Com um preço de 2900 euros, não é de admirar. E têm nome de nave espacial – este ponto é importante.

Mas o cerne da questão é este: quantos quadros de carbono antigos é que vêm por aí a andar pelas estradas fora? Pois. Não muitos. O carbono não dura para sempre. Nada dura para sempre. Não quero dizer com isto que não devam haver peças leves. Não sou assim tão extremista. Mas rodas totalmente feitas em Crabone?

Acho que toda esta loucura tecnológica está a ir longe demais. Para além de retirar o lado divertido do ciclismo, transforma tudo numa competição de joalharia velocipédica.

E, pessoalmente, continuo a achar que rodas com raios 2mm, 36 furos e cabeças em inox duram décadas. E não custam 2900 euros.

1Comentário

  • Gato Lindo

    24.01.2014 em 21:19 Responder

    O meu quadro de carbono é de 95 e ainda ai anda. Já tem uns milhares de kms e ainda vai fazer muitos mais. Mas rodas de carbono deixam-me dúvidas…

Publicar um Comentário